fbpx

Os metadados do podcast abrangem desde o mínimo e funcional ao altamente otimizado e repleto de palavras-chave. Para alguns, um título pode ser outra forma de expressão criativa, enquanto para muitos – especialmente aqueles que fazem podcasting para negócios ou com planos de monetizar – pode parecer uma base essencial para atrair novos ouvintes a partir das pesquisas.

Durante anos, a sabedoria predominante foi que o nome do seu podcast e os títulos dos episódios são o fator mais importante, mas presumivelmente uma descrição boa e detalhada que não seja muito longa pode ajudar a capturar alguns dos termos de pesquisa que são relevantes. Será que seriam muito spam para colocar no título?

Bem, mais ou menos. A verdade é que esse nunca foi o caso dos podcasts da Apple, que só se preocupam com seus títulos e tags de autor. Mas e quanto ao número crescente de diretórios de podcast igualmente importantes ou complementares? Onde precisamos concentrar nossos esforços se quisermos que surjam episódios para termos de pesquisa relevantes e como podemos evitar de encher nossos títulos com um monte de palavras sem sentido?

Pontos chave

  • Os podcasts da Apple só pesquisam o nome do podcast, os títulos dos episódios e as tags do autor (isso pode não ser novidade para muitos podcasters da velha escola, pois é uma tradição que prevalece há muito tempo).
  • Ninguém indexa a copyrighttag. Provavelmente não é uma surpresa.
  • Ninguém indexa a podcast:persontag. 
  • Os aplicativos pesam muito os dados de nível de podcast em relação aos dados de nível de episódio.
  • O SEO do aplicativo de podcast não é uma estratégia viável.
  • O cenário de pesquisa de podcast no aplicativo precisa urgentemente de atenção.

Quem indexa quais tags?

A galera do Podnews realizou alguns experimentos em uns feeds que sabiam que não causariam ondas de confusão se os enchessem de palavras sem sentido em nome da ciência. Então, atualizaram os metadados de seu podcast. A ideia era escolher uma palavra sem sentido diferente para cada tag relevante relacionada ao podcast em seus feeds RSS e ver quais aplicativos pegavam quais palavras.

Apps pesquisados

Para o experimento, limitaram a lista de aplicativos a:

  • Amazon Music
  • Apple Podcasts
  • CastBox
  • GoodPods
  • Google Podcasts
  • IVoox
  • Listen Notes
  • Overcast
  • Player FM
  • Pocket Casts
  • The Podcast Index website
  • PodcastAddict
  • Spotify
  • Stitcher

Esta lista representa os aplicativos de podcast mais populares e todos os aplicativos de podcast com mais de 1% de participação de mercado, de acordo com relatórios de hosts de podcast típicos.

Tags no nível do canal

Essas são as tags no feed RSS de um podcast que se relacionam a ele como um todo, não a episódios individuais. Se o seu podcast cobre um tópico específico em profundidade ou se você está procurando construir uma comunidade em torno de uma área de interesse específica, os metadados do seu podcast podem ser um contribuidor chave para o seu sucesso na pesquisa. Então, vamos ver quais metadados em nível de podcast estão sendo indexados.

<title>

Não é novidade que uma pesquisa pelo nome do seu podcast o mostrará em todos os aplicativos. Se não, provavelmente significa que seu título é muito comum . A palavra ‘Podcast’ em seu título provavelmente também não ajuda seu SEO, já que os dados do Índice de Podcast sugerem que mais de 600.000 programas têm essa palavra no título.

<description>

Castbox , Google Podcasts , Listen Notes , Player FM , PodcastAddict , Spotify e Stitcher adicionam a descrição do podcast aos seus índices, para que as informações adicionadas apareçam na pesquisa. A pesquisa no Overcast na versão web também revela informações de sua descrição, mas, isso não se aplica ao aplicativo.

Isso significa que os podcasts da Apple, Amazon Music e Pocket Casts não indexam a descrição do seu podcast.

<podcast:person>

A nova tag Podcasting 2.0 para armazenar informações sobre quem contribui para um podcast não está sendo usada em nenhum mecanismo de pesquisa. Isso inclui o próprio Índice de Podcast.

Isso é um fato curioso, já que nomes de hosts parecem algo que as pessoas gostariam de pesquisar. No entanto, ao analisar bem é possível entender que muitas pessoas colocariam qualquer nome famoso na esperança de que isso resultasse em mais downloads.

Isso não é para sugerir que a tag não tem valor. Longe disso. Só porque os nomes não estão aparecendo nos resultados da pesquisa, não significa que não seja uma ótima maneira de vincular podcasts, mas seria legal ver isso influenciar os resultados. Ainda assim, é cedo. Quem sabe um dia.

<itunes:author>

iVoox, Player FM e Stitcher foram os únicos aplicativos que não indexaram esta tag.

<itunes:subtitle>

Novamente, a única vez que isso apareceu foi na pesquisa do Overcast na versão web, mas não no aplicativo. Isso significa essencialmente que essa tag não está sendo indexada de forma significativa. Sem surpresa, pois ela foi removida do Guia RSS da Apple Podcasts.

itunes:owner>

O único lugar significativo em que isso apareceu foi o site do Índice de Podcast . Fora isso, considere ela apenas para fins informativos.

<itunes:keywords>

Esta tag não está mais no Guia RSS da Apple Podcasts, o que é compreensível, visto que tem tanta utilidade quanto as <meta>tags de palavras-chave do seu site. Dito isso, o CastBox e o Player FM ainda a indexam, então, se você deseja atender apenas aos usuários desses aplicativos, vá em frente.

Tags de nível de item

Essas são as tags relacionadas a cada episódio do seu podcast. Se você cobre tópicos diferentes ou tem convidados interessantes em cada um, é provável que este seja o terreno pelo qual você lutará na pesquisa, como se pudesse atender às necessidades de um possível ouvinte com um episódio específico e relevante. Então, vamos ver quais diretórios e aplicativos de metadados em nível de episódio são indexados.

<title>

O Podcast Index, Pocket Casts e Overcast são os únicos aplicativos que não trazem títulos de nível de episódio na pesquisa. O que isso mostra é que esses aplicativos são muito mais focados na descoberta de séries de podcast – não episódios individuais – por palavra-chave.

Além disso, você precisa dizer ao CastBox que deseja pesquisar por episódio, já que seu mecanismo de pesquisa não é inteligente o suficiente para pesquisar metadados de nível de podcast e de episódio ao mesmo tempo.

<description>

A descrição do podcast em texto simples está sendo indexada apenas pelo Google Podcasts e GoodPods. É melhor ignorar essa tag, pois os aplicativos não conseguem decidir se permitem ou não o HTML, embora recentemente o suporte pareça ser um pouco mais consistente. 

<content:encoded>

É aqui que vivem as notas do seu programa. No entanto, Google Podcasts , iVoox , Stitcher e Listen Notes são os únicos aplicativos que indexam descrições de episódios em rich text.

Pode ser que, se <content:encoded> estiver presente, os agregadores ingiram essas informações em vez de <description>, e é isso que estão descobrindo aqui. Certamente acontece quando alguns aplicativos exibem descrições de episódios e pode exigir um pouco mais de investigação.

<itunes:subtitle>

Esta tag obsoleta é um terreno baldio. Não é a única tag que não obtém resultados de pesquisa nos aplicativos que pesquisaram, mas é uma das poucas que surpreenderam um pouco, então valeu a pena mencioná-la.

<itunes:author>

Apple Podcasts , CastBox e PodcastAddict são os únicos aplicativos que indexam a tag do autor no nível do episódio.

O valor do SEO nos aplicativos de podcast

A menos que você opere como a minoria de podcasts que enchem seus títulos com palavras-chave – o que é um pouco cafona e contra as diretrizes da Apple -, é imprudente colocar muita coisa na busca de aplicativos de podcast. A pesquisa simplesmente não evoluiu o suficiente neles para ser significativa.

CastBox e Google Podcasts são os aplicativos mais famintos, indexando a maior quantidade de tags. O Pocket Casts foi surpreendente porque parecia indexar apenas os metadados mais básicos no nível de podcast.

Essas descobertas destacam a necessidade de bons sites de podcast. Títulos atraentes, notas de programa ricas e significativas, links úteis, biografias de hosts e convidados; tudo isso é útil para posicionamento no Google e em outros mecanismos de pesquisa da web porque são úteis para humanos. Mas existem algumas lacunas na pesquisa de podcast que precisam ser preenchidas, mesmo que às custas de permitir a entrada de um pouco de spam.

O spam de palavras-chave não é uma consideração feita por esses aplicativos, simplesmente não foi dedicado tempo ou esforço suficiente para um bom design de banco de dados de pesquisa. Muitos aplicativos são alimentados por bancos de dados relacionais bastante rudimentares que funcionam bem para vincular uma tabela a outra, mas funcionam menos bem para pesquisa de texto completo.

Para aplicativos como Overcast, Pocket Casts e Spotify, a pesquisa parece existir principalmente para permitir que um podcast seja encontrado por nome, em vez de por tópico.

O que fazer com essas descobertas

Se você já está trabalhando com as práticas recomendadas, nada nessas descobertas deve mudar seu comportamento. Talvez isso remova algumas coisas do pipeline, já que realmente não importa se você tem um conjunto relevante de palavras-chave em seu feed, por exemplo.

Como produtor de podcast, isso ajuda a consolidar alguns pontos-chave:

  • Se você tiver um convidado, coloque o nome dele no título do episódio, especialmente se for o tipo de nome que as pessoas procuram em aplicativos de podcast.
  • Dito isso, os títulos dos episódios não são indexados universalmente.
  • Não confie na busca de aplicativos de podcast para descoberta.

A pesquisa no aplicativo não é onde você será encontrado

Os melhores reprodutores de podcast fazem uma coisa muito bem: reproduzem podcasts. Acho que nós, como podcasters, assumimos que o fardo da responsabilidade pela “descoberta” está sobre seus ombros, mas não é para isso que eles servem… eles são para tocar podcasts.

Os desenvolvedores de aplicativos têm a oportunidade de melhorar o espaço, implementando mais do que a pesquisa rudimentar de texto completo que seu banco de dados permite. MongoDB é um banco de dados flexível que é ótimo para armazenar episódios junto com séries, e seu índice de texto completo é muito bom. Então, é claro, existem mecanismos de busca de banco de dados como Elasticsearch e Solr, e super simples, como Whoosh e Xapian. Uma combinação criteriosa de indexação e ponderação – em que o desenvolvedor decide quais campos têm mais probabilidade de ser importantes para o usuário – e talvez uma incrementação aliada à pontuação final de cada resultado – como o número de pessoas inscritas em seu aplicativo o feed, a frequência com que ele publica episódios, há quanto tempo foi atualizado ou há quanto tempo está disponível – tudo pode contribuir para uma pesquisa saudável no aplicativo.

Com o tempo, isso pode ficar mais fácil com as transcrições. Não testaram as transcrições completas, mas pode ser um experimento que valha a pena ser executado em algum ponto. Aqui, não estamos necessariamente pensando em adicionar dados à sua transcrição de que um mecanismo de pesquisa goste, mas pensando em longo prazo sobre como os mercados de podcast usarão suas próprias transcrições internas para impulsionar a pesquisa, que é algo que o Castbox e, às vezes até a Apple Podcasts já fazem. O Spotify também disse que usará transcrições para impulsionar suas pesquisas no futuro.

As verdades fundamentais não mudaram nos últimos 15 anos ou mais: os mecanismos de pesquisa existem para ajudar as pessoas a encontrar coisas, não para ajudar os clientes a encontrar empresas (ou, em nosso caso, podcasts para encontrar ouvintes). Nosso trabalho é fazer o melhor podcast possível que pudermos e usar metadados para descrevê-lo de uma forma que seja útil para os humanos. Assim como a moda, as regras de SEO bom e ruim mudam com as estações do ano, e tentar mantê-las em todos os momentos é cansativo e, no final das contas, só leva a vitórias de curto prazo.

Uma ótima maneira de obter novos ouvintes para um único episódio é preencher o nome do podcast e o título do episódio com palavras-chave. Mas não é assim que você os mantém e não é como você constrói a confiança deles.

O objetivo não é encontrar novos ouvintes por meio desses aplicativos (a menos que você esteja pagando por anúncios dentro deles). Em vez disso, torne seu podcast fácil de encontrar pelo nome, de modo que quando as pessoas lerem seu tweet perspicaz, seu envio de boletim informativo imediato, sua postagem de blog útil ou seu slide de conversa em conferência, eles saibam exatamente o que pesquisar, seja qual for o aplicativo que usarem.

Dados em contexto: participação de mercado

Vale a pena observar a participação de mercado dos aplicativos que foram testados. Esses dados são das estatísticas globais do Buzzsprout de junho, para nos ajudar a saber onde colocar nossa energia como podcasters.

Apenas 4,3% dos ouvintes de podcast usam um aplicativo que pesquisa descrições de episódios (ou, mais precisamente, apenas 4,3% dos downloads de aplicativos de podcast vêm daqueles que oferecem suporte à pesquisa por meio de descrições de episódios). Outra razão, talvez, para focar um pouco mais nos títulos dos episódios?

Tags por participação de mercado

Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários que nós vamos te ajudar! Se gostou do artigo, compartilhe!

Esse artigo foi traduzido e adaptado pelo Bicho de Goiaba - via Podnews.

0 Comments

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *