fbpx
Pesquisar
Close this search box.

A presença de anúncios continua a crescer, entretanto, muito mais do que isso, o setor de áudio representa um espaço incrível para produzir podcasts de marca. Mas será que todos serão bem sucedidos? 

Bem, para compreender a atuação dos podcasts de marca é preciso diferenciá-los de podcasts com anúncios. É comum perceber nas plataformas de áudio e em meio a episódios do seu podcast favorito anúncios variados, essa é uma das opções de divulgação de um produto, voltada muito mais a publicidade externa de uma empresa objetivando uma compra ou consumo efetivo de determinado serviço. Diferentemente do que se pensa, os podcasts de marcam apresentam altíssimas taxas de retenção também, afinal, os consumidores provavelmente já escutam podcasts diariamente, então por que não investir em uma comunicação mais moderna e direta?

Podcasts de marca são, assim, aqueles criados por uma empresa com diversos objetivos, seja apresentar um produto, informar diferenciando-o dos concorrentes ou tantos outros processos que envolvem seu funil de vendas. Visto que consumir é muito além do que o ato final de investir financeiramente em algo. 

Quanto ao formato os podcasts de marca podem variar, encontrar o ideal deve ser uma prioridade na construção de sua identidade de acordo com seus objetivos. Já que cada um possui seus prós e contras. É importante também ser paciente em cada etapa no processo de análise do seu podcast de marca, afinal, assumir o controle de suas narrativas como estratégia de comunicação é uma maneira de proporcionar também aos ouvintes novas experiências e conexões com a marca. 

Mais do que apenas mais um produto, os podcasts representam um espaço de conexão real com seus possíveis consumidores e um investimento que necessita de estudo.

Podcasts de marca falharão?

Diversas empresas estão lançando no mercado podcasts de marca, porém muitos falharão. 

É verdade que há espaço para todos no áudio, mas ao produzir conteúdo para seus clientes é preciso pensar em quão efetivo esse material será. Conquistar uma comunidade de ouvintes compõem o universo dos podcasts como a categoria mais desafiadora de todo áudio. 

A maioria dos ouvintes já consome material de outros podcasts e provavelmente já escutou seus anúncios nele, por que então passar a ouvir também um podcast de marca? Quem confiará seus ouvidos a um negócio tão facilmente?

Todos gostamos de produtos de qualidade, mas será que queremos ouvir sobre eles?

Claro que exceções são possíveis, afinal, verdadeiras conexões podem ser criadas por companhias e seus consumidores, mas para isso é necessário sair do aspectos de indústria e atingir o público como pessoas. 

Como ser um case de sucesso? 

  1. Pergunte-se sobre o WIIFL

WIIFL? Exatamente! A abreviação de “What’s In It for the Listener” ou “O que tem aqui para o ouvinte?” em tradução livre. 

Criar conteúdo é pensar em propostas de valor para o seu público, os melhores podcasts não focam no produto, mas no ouvinte consumidor do seu produto, não é sobre sua companhia, mas o que seu consumidor gostaria de saber, sobre o que ele se interessa que faz sentido a sua marca. 

A escuta de podcasts é uma escolha intencional, os usuários pesquisam, analisam e selecionam como querem se informar.  Se você quer ganhar o tempo de alguém e criar uma comunidade, seu podcast precisa oferecer um benefício substancial comunicado de forma simples, clara e rápida. 

Por que seu podcast seria interessante? O que faria seu ouvinte escolhê-lo ao invés de outro? Que narrativa você quer construir contando uma história que se relacione com sua marca? 

Pensar em conteúdo é também separar se seu podcast terá apelo emocional ou não. Você quer informar? Divertir? Ensinar? Inspirar? O que é notável sobre seus apresentadores?

Elaborar roteiros pensando em suas histórias e apelos sejam emocionais ou não ajuda a definir o tom do seu podcast entregando ao público um material mais concreto de quem sua marca representa e como. 

  1. Pense em como sua marca deve soar 

Um dos princípios ao estruturar uma marca é pensar em sua cultura, qual a identidade apresentada e como afetará seus funcionários, mas também seu público-alvo, não seria diferente então pensar em como a empresa deve soar em um podcast.

Não existem marcas iguais assim como não devem existir podcasts iguais. 

É possível “pegar emprestado” de campanhas já existentes músicas ou personagens já utilizados pela marca, afinal, fazem parte do mesmo universo de publicidade da companhia. Entretanto, inovar com aberturas, quadros e apresentadores novos define também um estilo de episódio único e cria nos ouvintes a associação necessária à companhia, ainda que o processo seja mais lento. 

A chave aqui é que quando o ouvinte reproduz seu podcast, ele reconhece de cara a marca por trás do show. 

A ideia de traduzir a essência da marca em áudio circunda também a duração do podcast, qual a entonação que será colocada. Será curto e divertido? Longo e informativo? Sério? Provocador? Serão utilizados convidados e quadros especiais? 

  1. Pense na utilidade 

Muitos podcasts erram nesta etapa, acostumados a produzir conteúdo para outras mídias, acabam por pecar na diversão ou apenas reproduzir comportamentos de outros ambientes. 

Ninguém quer ouvir o anúncio longo, os podcasts não são comerciais de rádio e não devem ser tão formais também. Eles contam histórias, focam em narrativas, levam o ouvinte a uma jornada de interesse e curiosidade, desenvolvem a imaginação ao passo que guiam seus consumidores. 

Seu episódio precisa representar um conceito e passar um gancho emocional. Ao produzir conteúdo para áudio você quer atrair ouvintes, mantê-los até o fim do show e fazê-los voltar sempre, seus episódios precisam prover o que eles desejam escutar. 

Evite estruturas enormes, episódios longos demais afastam seus ouvintes. 

Lembre-se de criar expectativas e metas reais para que  aos poucos você consiga  descobrir o que seu público deseja e mantenha uma comunidade. 

  1. Inovar para se destacar 

O podcasting é o espaço certo para isso, seu formato dinâmico e acolhedor é a chance que sua empresa possui para inovação, ultrapasse aqui seus limites criativos e redescubra seu público. Envolva novas ideias, abordagens, criações. 

Seu show pode sair do esperado de sempre, mais do que entrevistar autoridades no assunto, por que não colocar seu ouvinte em um dia com elas? Convide seu público para um espaço que geralmente não é visto, fale sobre a rotina de produção, seus colaboradores e suas funções na companhia, quais os fatos mais curiosos sobre seus produtos, dê dicas e ressalte a importância da sua matéria prima. 

Aproximar-se é a ideia, lembre-se que podcasts são feitos por pessoas para pessoas. 

A imprevisibilidade muitas vezes atrai a atenção, e isso pode ajudar seu podcast – e, por sua vez, sua marca – a se destacar.

Se você quer destacar sua companhia no mundo dos podcasts lembre-se de seguir essas etapas: coloque seu ouvinte em primeiro lugar, dê ao seu áudio a sua identidade ressaltando quem você é e o que faz, forneça conteúdo de qualidade e de forma inovadora. 

Ainda tem dúvidas se essa é a opção certa para você?

Volte algumas casas 

Compreendemos que um investimento em um podcast de marca pode ser um negócio arriscado para a sua empresa, não há como garantir que seu público escolherá consumir seu podcast, mas nada é 100%. 

É impossível dizer com precisão o comportamento do consumidor, podemos apenas estudar seus padrões e pressupor o que pode vir a acontecer. Por isso, trouxemos algumas perguntas que facilitam esse processo. 

 Responda a essas perguntas e descubra se é a hora de ter um podcast de marca:

  1. Você irá criar conteúdo de valor que priorize o seu ouvinte?
  2.  Sua ideia de podcast se conecta com as pessoas?
  3. Sua ideia de podcast se encaixa na empresa?
  4. Algum dos seus concorrentes já está criando um podcast de valor?
  5. Você já possui algum funcionário com experiência em áudio/podcasting?
  6. Você utilizará seus próprios canais de mídia para promover o podcast?
  7. Você utilizará canais de mídia terceirizados para promover o podcast?
  8. Você aplicará um recurso considerável na ideia?
  9. Consegue pensar em 10 temas de episódios? 

Agora conte quantas vezes você respondeu “sim”, “talvez” e “não”. Conseguiu mais de 6 respostas “sim”? É hora de começar seu podcast de marca!


Mais do que sair da caixa

A nova onda é lançar um podcast de marca, mas é preciso pensar em todos os aspectos já apresentados aqui. Mais do que se jogar em uma tendência, é necessário estudá-la, desenvolver um projeto com uma empresa especializada no assunto e com experiência na área pode ajudar.

 Nossa equipe de veteranos em conteúdo tem a expertise necessária para traduzir os valores da sua empresa em produção efetiva de áudio, sabemos quais estratégias garantem que seu conteúdo seja ouvido. 

Um podcast de marca não funciona para todos, mas pode ser o meio perfeito para contar a história da sua empresa. 

Ainda ficou com dúvidas? Entre em contato conosco, vamos conversar!


0 Comments

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carrinho