fbpx
Pesquisar
Close this search box.


Para fortalecer a presença do seu canal e a seu desempenho no YouTube, é crucial adotar uma estratégia direcionada e fundamentada em dados, por isso analisar indicadores é tão importante.

Isso envolve a análise dos indicadores-chave que refletem o desempenho do seu canal, que são os famosos KPIs, métricas que servem para avaliar o sucesso de um projeto, organização ou pessoa no alcance de objetivos específicos.

No YouTube, no caso, você pode usar seus KPIs para monitorar o crescimento e o sucesso do seu canal. Mas, sem dúvidas, cada criador vai analisar os indicadores que fazem mais sentido para o projeto.

20 KPIs que vão melhorar seu desempenho no YouTube

1. Assinantes

Os assinantes representam o número de usuários que optaram por seguir seu canal para atualizações regulares. Assim, uma contagem crescente de assinantes reflete interesse sustentado, lealdade e alcance potencial para conteúdo futuro. 

2. Tempo total de exibição

O tempo total de exibição mede os minutos combinados que os espectadores passam assistindo ao seu conteúdo. É um indicador crucial de envolvimento e pode influenciar a visibilidade dos seus vídeos. Por isso, concentre-se na criação de conteúdo cativante para impulsionar essa métrica e fortalecer sua presença geral no YouTube.

3. Vídeos mais populares

Tecnicamente, isso não é uma métrica, mas é uma forma valiosa de identificar o conteúdo que recebe o maior número de visualizações, apresentando seus vídeos de melhor desempenho. Analise esses vídeos para entender as preferências do seu público e o que torna um conteúdo de sucesso. Use os insights obtidos com esses vídeos populares para informar a criação de seu conteúdo.

4. Visualizações

As visualizações representam o número de vezes que seu vídeo foi assistido. Esta métrica mede o interesse do público e é vital para avaliar o desempenho do conteúdo. Portanto, se suas visualizações estão aumentando, você está no caminho certo. Use esta métrica para entender o envolvimento do espectador, otimizar sua estratégia de conteúdo e personalizar envios futuros para capturar e reter a atenção do seu público.

5. Visualizadores únicos

Essa métrica mede os indivíduos distintos (únicos) que assistiram ao seu vídeo. Por exemplo, um vídeo pode ter 5 mil visualizações, mas 4,2 mil espectadores únicos. Isso significa que 800 visualizações foram repetidas por integrantes do grupo de 4,2 mil. Este é um KPI importante da plataforma, que ajuda você a entender se o seu público está crescendo e melhorar seu desempenho no YouTube.

6. Espectadores recorrentes

Os espectadores recorrentes referem-se aos usuários que voltam ao seu canal para assistir a mais conteúdo. Esta métrica destaca a fidelidade do público e o interesse recorrente. Desse modo, monitorar o retorno dos espectadores ajuda a avaliar a força da sua comunidade e adaptar o conteúdo para manter e aumentar uma base de fãs na plataforma.

7. Fontes de tráfego

As origens de tráfego referem-se aos caminhos pelos quais os espectadores descobrem e assistem aos seus vídeos. Ele categoriza como os usuários encontram seu conteúdo, como por meio de pesquisa no YouTube, sites externos ou vídeos sugeridos. Assim, a análise das fontes de tráfego ajuda você a entender o comportamento do público e a se concentrar nos canais que geram mais visualizações.

8. Retenção de público

A retenção de público mede a porcentagem de espectadores que continuam assistindo seu vídeo ao longo do tempo. Ele fornece insights sobre o envolvimento do conteúdo e ajuda a identificar pontos onde os espectadores podem desistir. A alta retenção de público indica conteúdo atraente, enquanto as quedas sugerem áreas de melhoria. 

9. Impressões

As impressões representam o número de vezes que a miniatura do seu vídeo é mostrada aos usuários na plataforma. Mede a visibilidade, mas não garante visualizações. Altas impressões significam que você tem uma distribuição eficaz ou uma boa otimização de pesquisa. Por isso, observe os metadados dos seus vídeos com altas impressões para identificar por que eles continuam aparecendo nas recomendações do YouTube.

10. Taxa de cliques de impressões

Esta é a porcentagem de espectadores que clicaram em seu vídeo depois de ver as impressões das miniaturas. Ele avalia a eficácia da apresentação do seu vídeo na atração de cliques. Uma taxa de cliques mais alta indica um forte interesse do espectador. Sendo assim, a análise dessa métrica ajuda a otimizar miniaturas, títulos e sua estratégia geral de promoção de conteúdo para aumentar as taxas de cliques e o seu desempenho no YouTube.

11. Porcentagem média visualizada

A porcentagem média visualizada mede a porção média de um vídeo específico assistida pelos espectadores como uma porcentagem. Indica o envolvimento do seu público com o conteúdo. Uma porcentagem mais alta sugere um forte interesse do espectador, enquanto uma porcentagem mais baixa significa que não prendeu a atenção dos espectadores. 

12. Duração média da visualização

Isso é calculado da mesma forma que a porcentagem média visualizada, mas exibida como uma duração em minutos e segundos. É limitado aos seus 100 melhores vídeos, assim como a métrica anterior. 

13. Demografia

No YouTube Analytics, os dados demográficos referem-se a informações sobre as características do seu público, como idade, sexo, localização e tipo de dispositivo. Assim, a análise de dados demográficos ajuda você a entender seu público e adaptar o conteúdo a dados demográficos específicos.

14. Receita

Esse relatório fornece informações sobre os ganhos gerados pelo seu canal. Inclui detalhes sobre receita de anúncios, receita de assinaturas (se aplicável) e transações relacionadas ao YouTube Premium e SuperChat. Este relatório ajuda você a acompanhar seu desempenho de monetização, compreender as fontes de receita e tomar decisões informadas para otimizar os fluxos de receita na plataforma.

15. Ações

Esta métrica mede a viralidade do conteúdo e a defesa do público, uma vez que mede quantas vezes os espectadores compartilharam seu vídeo em plataformas externas ou redes sociais.

16. Comentário do usuário adicionado

Comentários adicionados referem-se ao número de comentários gerados pelo usuário em um vídeo. Esta métrica mede a interação e o envolvimento do público. Se alguém reservar um tempo para deixar um comentário, estará altamente engajado. 

17. Curtidas de vídeo

Curtidas representam o número de usuários que expressaram apreço por um vídeo clicando no ícone de polegar para cima. Esta métrica indica a satisfação e o envolvimento do espectador. Analisar curtidas ajuda a entender as preferências do público e assim você pode criar conteúdo que tenha uma repercussão positiva entre seus espectadores e melhorar seu desempenho no YouTube.

18. Velocidade de visualizações

O número de visualizações que seus vídeos obtêm não é o único fator com o qual o YouTube se preocupa. Além disso, a plataforma também considera a taxa com que seus vídeos acumulam visualizações durante um período específico. Isso é chamado de velocidade de visualização. A alta velocidade de visualização indica rápida adoção pelo espectador, sugerindo que o vídeo está ganhando força rapidamente. 

19. Taxa de cliques na tela final

A taxa de cliques na tela final representa a porcentagem de espectadores que clicaram em um ou mais elementos na tela final de um vídeo. Desse modo, uma taxa de cliques mais alta indica que uma parcela significativa do público interagiu com a tela final. Isso ajuda você a avaliar o sucesso de suas frases de chamariz e a fazer as otimizações necessárias.

20. Engajamento

A métrica de engajamento no YouTube Analytics agrega diferentes interações do usuário com seu conteúdo, incluindo curtidas, comentários, compartilhamentos e assinaturas. Reflete a profundidade do envolvimento do espectador em seus vídeos. Assim, a análise dessas métricas de engajamento ajuda você a entender o que seu público deseja e o que os mantém engajados com seu conteúdo. Use-o para adaptar sua estratégia de conteúdo para maior retenção e visibilidade. 


Apesar dos diversos KPIs que estão disponíveis para análise, é preciso levar em conta sempre os objetivos e metas do seu projeto.

Isso porque, às vezes, as métricas que servem de base para um criador medir seu desempenho no YouTube, pode não ser a mais adequada para avaliar o que você está buscando.

Um exemplo disso é sobre a receita. Caso o seu canal ainda não for monetizado, essa não deve ser uma preocupação no primeiro momento.

Mas lembre-se: as métricas não são absolutamente NADA úteis se você não souber o que deve fazer com elas. A boa notícia é que todas elas, de fato, mostram algo importante sobre o momento atual do seu conteúdo e vários insights e melhorias podem ser extraídos a partir delas.

As informações do texto acima foram traduzidas de artigo publicado por Denis no blog da Castos.

Categories: Goiabada

0 Comments

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carrinho