Como fazer o Elvis mortinho ficar vivo no comercial de dia dos namorados da C&A

A história de usar artista morto pra vender produto atual nem é tanta novidade assim, mas continua despertando o interesse e a curiosidade de todo mundo. As pessoas pensam o que o cara morto acharia disso tudo, quem ganha dinheiro com isso e o quanto de trabalho isso deu pra produtora fazer. O trabalho foi muito e deu dó ver a atriz beijando uma cobra verde em pleno set. Saca aí o vídeo divulgado pela DM9 que o Blue Bus publicou:

Imagem de Amostra do You Tube

Não viu o comercial? Tá aqui em baixo.

Imagem de Amostra do You Tube
26
mai 2011
POSTED BY
DISCUSSION 0 Comments
TAGS

12 fatos que talvez você não saiba sobre o filme Esqueceram de Mim

1. A foto da namorada do Buzz era na verdade a foto de um garoto vestido de menina. O diretor achou melhor não zoar da cara de uma garota feia assim, muita crueldade.

2. O papel do Tio Frank foi escrito por Kelsey Grammer.

3. Os malucos que acreditam que Elvis não morreu dizem que o homem barbudo aí da foto é o rei do rock.

4. A edição da Playboy que Kevin está segurando no quarto do Buzz é de julho de 1989, com Erika Eleniak como a gata do mês.

5. A fornalha do mal que ficava no porão da casa foi feita com linha de pesca e lanternas operadas por dois garotos.

6. Robert de Niro não aceitou o papel de Harry.

7. O filme “Angels with Filthy Souls” não existe, foi feito especialmente para passar dentro do Esqueceram de Mim. Ele tem até uma seqüência: “Angels with Even Filthier Souls”.

8. O “Talkboy” foi originalmente criado como objeto de cena pro filme, mas em 1993 se transformou em produto real depois de uma enxurrada de cartas de fãs clamando pelo produto.

9. John Candy filmou sua participação no filme em apenas um dia (23 horas).

10. Na cena em que Harry morde o dedo de Kevin, o ator Joe Pesci acabou mordendo de verdade Macaulay Culkin, o que acabou deixando uma cicatriz em seu dedo.

11. A idéia do filme surgiu durante as gravações de outro filme, “Uncle Buck”, em que Macaulay Culkin entrevistava uma babá através da caixa de correio.

12. O ator Daniel Stern aceitou gravar com uma tarântula em seu rosto em apenas um take. Para evitar que a aranha se assustasse ele não gritou de verdade, a cena foi dublada depois.

.
Via | Dica
21
dez 2010
POSTED BY
DISCUSSION 3 Comments
TAGS

É Natal. É bizarro.

Chega o fim do ano, as músicas da Simone começam a ecoar de spots assassinos no rádio, comerciais com gente feia usando gorro parecem brotar no intervalo da Rede TV e o Dolinho se prepara para atacar mais uma vez. Mas antes de achar tudo isso sem noção, é bom lembrar que pelo menos hoje em dia ninguém sugere arma como presente de natal, utiliza papai noel fumante ou o coloca como velho safado. Olha só o que era normal ir pra rua antigamente.

Via

21
dez 2010
POSTED BY
DISCUSSION 0 Comments
TAGS

O marketing e o amor

Em meu último post, o assunto “comunicação que toca e emociona o consumidor” veio a tona. E quando esse tema aparece me lembro imediatamente do Kevin Roberts (CEO Mundial da Saatchi & Saatchi) com seu livro Lovermarks, um dos melhores livros de marketing que já li, pois reúne dois assuntos até então antagônicos pra mim: Marketing e amor.

Em um livro com uma identidade visual absolutamente perfeita, criada por Derek Lockwood (Diretor mundial de design da Saatchi & Saatchi), Kevin Roberts fala sobre sua filosofia empresarial, onde o importante é criar laços emocionais muito fortes entre marcas e o consumidor afim de transformá-las em verdadeiras Lovermarks. Segundo ele, o caminho para as empresas é o amor, só assim conseguirão uma fidelidade além da razão.

O livro, que é leitura obrigatória para publicitários e afins, tem um capítulo só para falar da emoção, sua importância e legitimidade. E para ilustrar, o autor mostra o que para mim é uma obra prima da comunicação e da forma correta de criar elos emocionais com o consumidor: o filme Pai e Filho da Telecom NZ.

A Telecom Nova  Zelândia depois da queda do monopólio enfrentava uma forte concorrência. Sempre foi uma empresa que não dava importância para a emoção, como em muitas outras empresas, onde os assuntos relevantes são lucratividade, competição, tecnologias etc. E foi com esse cenário de dificuldades que a Saatchi & Saatchi conseguiu mostrar essa abordagem diferente.

Cat Stevens foi um famoso cantor lá dos anos 70, mas se converteu ao islamismo e renegou toda sua obra, por isso seus grandes sucessos nunca foram usados em nenhum filme comercial. E para a agência Saatchi & Saatchi Wellington só servia a música “Father and Son” de Stevens para dar vida a nova abordagem da Telecom.

Nosso pessoal não queria usar a música apenas como fundo. A canção era a história. Um retrato emocional da relação mais especial que existe – um pai e um filho crescendo juntos, do nascimento até a velhice. – Kevin Roberts

Até o relutante Cat Stevens se entregou a história, liberando a cobiçada música. Segundo o autor Kevin Roberts, o sucesso desse filme se deve ao fato da história criar uma conexão emocional profunda: “As pessoas acham que esse comercial lhes fala pessoalmente”.

Se o vídeo não abrir, clique aqui.

Mas alguns céticos podem dizer: “Há! isso não funciona, a marca só aparece no finalzinho”. Bem! Se você não ficou com vontade de estar com seu pai depois de ver esse filme, me desculpe, lhe falta um coração. Agora, aqueles que sentiram essa vontade assim como eu, saibam que essa emoção acaba de ser associada, até mesmo inconscientemente, a Telecom NZ. É a conexão emocional tão falada pelo Kevin Roberts.

Caminhada presidencial

Em primeiro lugar, o BDG não é Serra, Dilma ou Marina. Fique tranquilo, não utilizaremos nosso blog pra propagar qualquer candidato. Este post, tem o único objetivo de relembrar filmes e jingles memoráveis dos candidatos.

Em um futuro post, discutiremos as ferramentas que cada candidato tem utilizado. Por enquanto, vamos ver um pouco de história.

Pra começar, vamos assistir um depoimento do mestre das rinhas e do marketing político no Brasil, Duda Mendonça. Ele foi responsável pela transformação da imagem de Lula em 2002 e fez muita coisa bacana naquela época. Em 2010, vai encabeçar campanhas em diversos estados: Maranhão, Paraíba, Minas Gerais, Tocantins e São Paulo.

Duda falando sobre marketing politico:

Imagem de Amostra do You Tube

A primeira coisa que Duda assinou em 2002, foi o documentário veiculado no horário gratuíto de propaganda partidária do Partido dos Trabalhadores, batizado de “A vida de Lula”, que já foi chupado no Brasil inteiro.

Ler o conteúdo completo…

Super Mario Crossover

Enviado por @lukeudi

Este game genial em Flash é uma dádiva para todos que já jogaram o Nintendo antigo (NES) de 8 bits. Você pode percorrer todas as fases do Super Mário original, com os protagonistas de Contra, Zelda, Mega Man, Castlevania, Ninja Gaiden e Metroid.


Clique AQUI ou na imagem para jogar.

05
jul 2010
POSTED BY
POSTED IN Clássicos Inútil
DISCUSSION 0 Comments

Os tempos mudaram, o discurso também.

Mexendo nuns e-mails antigos, achei este anúncio vovô:

 vwwjkljlk

Anos e anos e anos depois, o mesmo cliente fez um filme com o mesmo tema: nós, as moçoilas. Clique aqui pra ver que diferença.

20
out 2009
POSTED BY
DISCUSSION 2 Comments
TAGS